Google+ JULIO MACHADO: 10/02/2017

10 de fevereiro de 2017

Relacionamento II

Relacionamento aberto e poliamor, na boa, é palhaçada para mim. É desculpa de gente carente e safada que não quer levar o título de solteiro. Isso é como ter imunidade diplomática e usar isso para agir desonestamente. A questão não está em ser capaz de amar mais de uma pessoa e sim em se amar. Quando você tem amor próprio o suficiente começa a querer qualidade e não quantidade.




P.S.: Não julgo quem pratica, isso é o que vale para mim em resposta a alguma proposta, hipoteticamente falando (ou não).

Relacionamento

Eu não vou dizer que sou pra casar, afinal de contas, nunca casei, será uma descoberta. Tudo que posso garantir é que hoje eu quero isso. Já fui adolescente baladeiro, jovem safadinho e problemático; mas depois das experiências que acumulei (umas boas e outras vergonhosas, eu sei... Lembro de tudo) eu entendi que mesmo a vida tendo sentido quando se caminha sozinho ela se torna especial quando podemos dividir isso com alguém que não é apenas como espectador da sua vida. É maravilhoso, deve ser maravilhoso, ter alguém que faz parte da sua vida. Por mais que sua família te apoie e seus amigos o acompanhem só em um relacionamento amoroso uma pessoa será colocada do seu lado no palco, seja para o drama, comedia e até mesmo para tragédia. O importante é ter alguém que vai estar na coxia te esperando até mesmo depois que as cortinas fecharem pela ultima vez, em seu ultimo ato. Até porque o amor é assim, não se contenta com os finais sejam tristes ou felizes, se o fim chega a uma história, para nossa sorte, ele sempre se reescreve em outra.

Pensador