Google+ JULIO MACHADO: 07/11/2016

7 de novembro de 2016

Jardim

Floresce em mim algo, vivo, mas sem pigmento
É rosa sem cor, mas repleta de sentimento

Nascida e regada pelas minhas sementes de dor
Era tristeza recatada, porém tornou-se bela flor

Agora está no jardim das lembranças, sonhos e pensamento
Há nesse lugar historias quebradas, tão vil sofrimento

Há também retalhos de finos carinhos unidos com louvor
Um jardim feito de podas, restos e horror

Nessa terra, agora encantada, a forma virou talento
E o afeto é meu caule, meu tronco, o sustento

Esse peso eu o levarei para onde eu for
Esse jardim outrora colorido eu chamava de amor

J. C. Dhalagzar

Amor

Estar sozinho não justifica dizer que o amor não existe. Ele é vivo, indomável e inspirador. E mesmo negado centenas de vezes ele acontece nos mínimos detalhes. | J. C. Dhalagzar

Pensador