Google+ JULIO MACHADO: 20/11/2016

20 de novembro de 2016

O conselho de um sumido

Você chama a pessoa e ela já começa o papo dizendo "nossa, você sumiu", mas ao parar um segundo para peocessar a frase, você lembra que essa mesma pessoa jamais te chamou durante essa sua ausência. Então ela só notou sua falta quando você voltou a falar com ela, logo ela é insignificante para você. Não vale a pena gastar tempo, energia e palavras com quem vive se economizando com você. Suor e sangue, isso sim é o que a gente tem que esperar de quem tem coragem de dizer que sente a nossa falta. Dizer que está com saudade só por um cortejo social é vago e desnecessário. Bom mesmo é aquela pessoa grossa, porém sincera, fala sim e fala não. Gente que não vive entre reticências só para ganhar tempo, só para ganhar crédito na vida e com você. Nunca se contente em ser a segunda opção,  o backup, o estepe, o outro. Somos únicos e isso nos torna especiais. Busque lugares, momentos e pessoas que te proporcionem essa sensação. Se você não se sente necessário caia fora, evite estacionar em local proibido. "O sinal está aberto para nós, que somos livres".

Pensador